Blog

TOP 5 - Os 5 videos mais espetaculares do cacador de serpentes

Posted on June 19, 2010 at 5:40 PM

Austin Stevens: The Snake Man


Conheça a incrível trajetória de Austin Stevens, o herpetologista, fotógrafo de vida selvagem, escritor e apresentador que arrisca a própria vida em busca dos répteis mais fascinantes do mundo


Austin James Stevens tornou-se conhecido mundialmente por apresentar diversos documentários de vida selvagem, especialmente sobre cobras.

 

Austin nasceu em 19 de maio de 1950, em Pretória, África do Sul, onde cresceu e foi educado. Desde cedo Austin apresentava interesse pela vida selvagem e, aos dezesseis anos já possuía uma extensa coleção de répteis peçonhentos e não peçonhentos.

 

Já no exército, Austin era encarregado por remover cobras de trincheiras e postos de metralhadora, para torná-los seguros para os seus companheiros poderem trabalhar. E foi nessa função que Austin foi picado e chegou a um estado de coma, mas felizmente os médicos finalmente salvaram sua mão de uma amputação, após uma batalha de três meses de luta contra os efeitos do veneno.

 

Devido a sua habilidade com as serpentes, Austin passou a trabalhar como curador em parques e centros de répteis da África e da Alemanha.

 

Austin também estabeleceu um recorde no Guinness World Record, onde permaneceu em recipiente de vidro de 3 x 4 m, com 36 cobras venenosas, incluindo mambas negras, por um período de sete dias e sete noites. Ele realizou este feito incrível, a fim de arrecadar dinheiro para a compra de uma companheira para a Kaiser, macho solitário do Parque Africano Mountain Gorilla. Os detalhes deste recorde foram publicados no Guinness Book of Animal Records. As especificações e condições deste registro nunca foram repetidas ou quebradas novamente.

 

A progressão natural do interesse de Austin pela fotografia de vida selvagem culminou com sua passagem para o cinema de vida selvagem.

 

O sucesso das produções de Austin atraiu a atenção do Animal Planet E.U.A. Uma dessas séries, intitulada “Austin Stevens Snakemaster”, foi apresentada em diversos países ao redor do mundo, exibindo os mais perigosos, os maiores e mais belos répteis do planeta.

 

Em agosto de 2007, Austin começou a filmar seu segundo documentário de 12 episódios para a televisão, Austin Stevens Adventures 2, em colaboração com Cineflix Canadá, Reino Unido, Channel 5 e Discovery Channel. A série revelou encontros emocionantes com os animais selvagens e levou os espectadores a alguns dos lugares mais espetaculares do planeta. As filmagens da série foram concluídas em julho de 2009.

 

Os livros “Snakes In My Bed” e “The Last Snakeman”, de autoria de Austin, foram publicados em 1992 e 2007, respectivamente.

 

Dentre as câmeras utilizadas por Austin Stevens em suas expedições, destacam-se a Samsung GX-10, Canon EOS 50E e a Canon EOS 350D.

 

 

1 – À procura do Dragão de Komodo (Varanus komodoensis) (In search of the Komodo Dragon)

 

You need Adobe Flash Player to view this content.

 

 

2 – Cobra Rei Gigante (Ophiophagus hannah) - (Giant King Cobra)

 

You need Adobe Flash Player to view this content.

 

 

3 – Austin Stevens fica face a face com a víbora cabeça de lança (Bothrops asper) (Austin Stevens comes face to face with a Lancehead Viper)

 

You need Adobe Flash Player to view this content.

 

 

4 - Mamba Negra (Dendroaspis polylepis) no deserto da Namíbia (Black Mamba in the Namibian desert)

 

You need Adobe Flash Player to view this content.


 

 

 

5 – Austin Stevens atacado por uma Sucuri (Eunectes sp.) (Austin Stevens Attack by the anaconda)

 

You need Adobe Flash Player to view this content.


 

Conheça mais sobre o trabalho de Austin Stevens em seu website oficial: www.austinstevens.net

 

Se sua intenção era saber mais sobre Steve Irwin "O Caçador de Crocodilos", que morreu em 2006, clique aqui.

 

Categories: None

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

You must be a member to comment on this page. Sign In or Register

2 Comments

Reply marcelo barros
7:24 AM on June 26, 2010 
esse cara e maluco ele tem que tomar muito cuidado se não vai acontecer um acidente com aconteceu com o outro maluco que morreu com um ferrão de arraia no peito ...
Reply Carlos Marcelo Ribeiro
11:55 AM on February 5, 2011 
Olá Marcelo, o naturalista a que você se refere é o Steve Irwin, que morreu em 2006. Devemos respeitar esse estreito limite imposto pela natureza, o qual separa a vida da morte.
Abraço